Noticias - Cristãos revelam dificuldades ao evangelizar judeus: `Muitos acham que não têm pecado´ | AD Jaraguá do Sul



AD Jaraguá do Sul




Home » Espiritual - Notícias » Cristãos revelam dificuldades ao evangelizar judeus: `Muitos acham que não têm pecado´
l
l
l

  Cristãos revelam dificuldades ao evangelizar judeus: `Muitos acham que não têm pecado´

Cristãos revelam dificuldades ao evangelizar judeus: `Muitos acham que não têm pecado´

Um grupo saiu de Hong Kong para levar o Evangelho a sobreviventes do Holocausto e mães solteiras em Israel

 

Um grupo de cristãos deixaram suas casas em Hong Kong para aprender mais sobre a Bíblia em Israel e levar o Evangelho aos judeus, ministrando sobreviventes do Holocausto e mães israelenses solteiras.

 

A jornada de dez dias, que aconteceu no início de agosto, teve parceria com a organização judaica messiânica Chosen People Ministries. Em uma das visitas na cidade de Nahariya, ao norte de Israel, um dos membros do grupo falou sobre os desafios da missão na Terra Santa.

 

“Nós amamos o povo de Israel porque acreditamos que os judeus são o povo escolhido de Deus”, disse um dos integrantes ao site Israel Today, que não teve a identidade revelada. “O Evangelho começou aqui e gostaríamos de trazê-lo de volta para o povo de Israel”.

 

Em sua experiência com judeus, o evangelista — que costuma receber mochileiros israelenses em Hong Kong — revela que a maior dificuldade é que eles acreditam que não têm pecado. “Alguns deles nem sequer lêem as Escrituras, não acreditam que Abraão foi uma pessoa real e fazem perguntas como: ‘Se Deus existe, por que o Holocausto aconteceu?’”, conta.

 

Já a experiência com as mães solteiras foi diferente. “Elas ficaram impressionadas, porque viajamos de Hong Kong e viemos para servi-las, conhecê-las e expressar nosso amor por elas”, ele afirma. “Elas são as pessoas mais ignoradas pela sociedade, e quando nós mostramos nosso amor, elas foram realmente tocadas”.

 

O evangelista acredita que os gentios têm mais dificuldades de evangelizar judeus israelenses por causa das barreiras da língua, cultura e história. “Para os judeus [é mais fácil], porque eles falam a mesma língua, entendem a cultura e têm a mesma história. Eu acho que é mais poderoso quando um judeu compartilhar o Evangelho com outro judeu”.

 

Embora a maioria dos judeus sejam resistentes à mensagem de Jesus como Messias, o evangelista acredita que mudanças já estão acontecendo. “Vimos muitos judeus ortodoxos que se opõem fortemente ao cristianismo. A maioria não aceita Yeshua como Messias, mas acreditamos que a tendência está mudando. Mesmo que não seja notável no momento, mais e mais pessoas estão conhecendo Yeshua e aceitando a fé”, revela.

 

Fonte: Guia-me / com informações Israel Today




Voltar